04/06/09

A vida pode ser bela

13 comentários:

fugidia disse...

Um dos filmes mais ternurento, mais humano (conjugando o que de melhor e pior temos) que vi.

E que muitas lágrimas me fez e faz cair ainda, pela noção de Amor que transmite: o profundo, absoluto pelas nossas crias; o feliz e alegre pela pessoa que escolhemos.
Belíssimo :-)

Luz disse...

E como pode!
Filme lindíssimo mesmo.

Beijinhos

Mike disse...

Vê-se... tem pouca acção, é europeu, algo piegas, mas pronto, vá lá... (risada abafada)

fugidia disse...

Vê-se?!?!
Bah!
Piegas?!
Bah!
Por um acaso o Mister lembra-se daquela cena em que ele diz
"- They´d have to torture me to make me say it...
- Say what?
(...)"

Não? Hum... acho que vamos rever o filme (sorriso enigmático)
:-)

Grande Jóia disse...

Um filme lindo para chorarmos baba e ranho em conjunto, minhas amigas!
E custa menos que comprar um vestido, faz é pior aos olhos;)

E o Mike,não me venha com tretas que também deixa cair uma lágrima. Aquela criança é a tal que não queremos admitir que existe em nós e que por nós zela :)

Mike disse...

But men don't cry, GJ... lol

ana v. disse...

Uma ternura de filme, como só um italiano podia fazer. E tão original!

Grande Jóia disse...

Men may not cry ... But loving fathers do ;)

Concordo, Ana. Só um italiano o poderia fazer.

Mike disse...

Os iatlianos são uns lamechas. (riso abafado) ;)

fugidia disse...

... diz quem adora falar com o sotaque deles...
(risos abafados)
:-D

Mike disse...

Che cosa stai dicendo, Fugidia? ;)

fugidia disse...

Parlando, solamente parlando com mio botones, mister...

:-)))

Grande Jóia disse...

Tenho a sensação que os botões são muitos...e pequenos :)))