24/12/09

A Ceia de Natal

Juan Carlos o enfermeiro disse bom dia e com o seu ar atencioso advertiu-me para diferentes aspectos da ajuda doméstica. Caso eu não a tivesse deveria ter cuidado com as espinhas de peixe. Nada de arranjar o peixe, pegar em coisas quentes ou fazer trabalhos forçados. Gostei de o ouvir e a partir de agora na minha cozinha existe um cadeirão dedicado à preguiça laboral. A minha secretária interna pensa que é para ela. Pois, está enganada. Queria, mas é aqui de "moi même"! E vamos a andar com a Ceia de Natal que se faz tarde. Com as batatas e o bacalhau a cozer, tratar das pencas e das cenouras, olhem os ovos e cuidado que o arroz doce que se queima, deitem um olho às rabanadas, vejam o óleo, é necessário trocar. E o queijo da serra está no seu lugar? O bolo rei do Vieira, os sonhos este ano estão melhores, o pão de ló e a aletria junto à sopa dourada, o bolo de chocolate e o pudim de leite, as frutas cristalizadas, as nozes e as avelãs, os figos e as ameixas com chocolates à mistura ao lado da lampreia e dos ovos moles para quem ainda tem barriga.
E amanhã 25 surge o peru com o puré de maçã e a batata palha sem esquecer a roupa velha que antecede, as frutas exóticas e o ananás dos Açores e a canja de galinha com hortelã para terminar. Mas eis que este ano temos uma aniversariante recém chegada à família. Vamos comemorar com bolo de framboesa. Ainda alguém tem fome ou já podemos dizer que o dia 26 está a amanhecer?

4 comentários:

Dreamer disse...

Com tanta coisa e tão variada, se não tivesse já jantado, ficava cheia só de ler...Gosto de ver esse
espírito guerreiro. Santo e Feliz Natal, sempre de cabeça erguida!
Catarina

GJ disse...

Feliz Natal, Catarina.
Abraço.:-)

ana v. disse...

Valha-me Deus, GJ... com tudo isso, não rebentou os pontos?

:-)

GJ disse...

Quase,Ana, foi por um triz...;)