18/02/11

Uma menina feliz e uma avó divertida

A minha neta Francisca é uma menina feliz, tem a cara risonha, olhos grandes e um jeito meio adulto de avaliar e olhar para as situações. No meio das comidas imaginárias feitas por ela e por mim saboreadas, observo o pormenor e o carinho que aquelas mãozitas colocam no que fazem. Divertimo-nos, as duas, eu com caretas e palhaçadas e ela com gargalhadas perante esta avó meio tonta que lhe conta histórias inventadas, dança e ri que nem uma macaca.  É muito bom ver crianças felizes e mimadas por quem lhes quer bem, e poder participar nestas brincadeiras é uma delicia.

9 comentários:

mfc disse...

Continuem as duas a serem felizes!
Assim é que é bom viver-se.

Mike disse...

Ou uma avó feliz e uma menina divertida... ;-D
(É bom ver que continua animada, Colega). :-))

GJ disse...

Olha quem voltou....Pois seja muito bem vindo, Mike, tem feito falta a sua desconversa, Colega. ;))

GJ disse...

Nem mais, mfc se a vida não tiver destas coisas é uma chatice.:)

Dreamer disse...

Que bom poder brincar com a neta!

Luísa disse...

Temos a mesma idade, GJ, e eu ainda me vejo tão longe desse prazer de ser avó...

GJ disse...

Dreamer, sei que me entende.:)

GJ disse...

Luísa, até nascer esta pequenita eu não me imaginava avó. E mesmo assim, a interiorização, levou tempo, no início confundia o nome, trocando-o pelo da minha filha mais nova. Revemo-nos como mães, para mais tarde os identificarmos como netos. Aliás, as dores de costas quando mudamos as fraldas, rapidamente, nos indicam que já passamos os 50.:))))

Rita Roquette de Vasconcellos disse...

Obrigada GJ
tenho andado atarefada com a publicação do Walter e tudo ficou para trás ... imagine-se a satisfação de o ver em 'book' .. nem acredito
aproveito para deixar grande beijo e espero em Março respirar mais fundo
beijinho