29/09/10

Os últimos

Agora dizem que fomos os últimos a tomar as medidas que os outros já fizeram há muito. E ainda não terminamos porque este é apenas o começo. Mas será que estávamos à espera de ser os primeiros?

4 comentários:

Austeriana disse...

Estes tipos arranjam com cada argumento que só dá vontade de atirar com os sapatos à televisão!

Aliás, já agora, até podiam aproveitar aquele slogan da RTP e acrescentar-lhe um «não» "Somos os primeiros".

Luísa disse...

Eu estava, GJ. Temos estado na primeira linha noutros assuntos de extrema candência (como será talvez o caso nesse assunto do registo civil do novo sexo dos transsexuais, hoje resolvido pela AR com a devida pompa e circunstância). ;-D

bacouca disse...

GJ
Sabe o que acho? Uma vergonha como nunca se viu. Acho que por serem tantos não sabem como podem fugir porque senão pode crer que já o tinham feito. Alguns já se instalaram em Cabo Verde, Angola, etc.
Eu recuso-me a ver os noticiários. E a procissão ainda nem saiu do adro...
Beijo

Mike disse...

Não Colega. Ao contrário da Luísa não estava à espera de sermos os primeiros. Nunca fomos, porque haveríamos de ser agora (e hoje). Esteve dava pano para mangas. ;-)