29/09/08

Comunicação de crise

Para aqueles que todos os dias vivem os altos e baixos do sentimento do mercado, não é fácil fazer humor. Podemos tentar alguma palavra de conforto, raramente ouvida se os mercados estão de facção contrária ao nosso sentimento, se as notícias nos induziram em erro ou se a crise nos assola o bolso. Viver em sobressalto é o pior que pode acontecer ao decisor de mercado. Todo o decisor de investimentos sabe que por muitas análises que faça, nem sempre o resultado é o melhor, só que ele acredita que no dia seguinte conseguirá inverter a tendência e ganhar o que perdeu no dia anterior. Aqueles que têm a coragem de assumir os piores momentos estão no bom caminho. Oportunidades de mercado sempre aconteceram nos momentos de crise.
Não é só um bom slogan que faz a receita, ajuda, isso é verdade, mas é a comunicação de crise que faz o filme de bilheteira. Tempos muito complicados se avizinham para as economias globais e tal como diz aqui o os conceitos têm de ser repensados. E, numa época em que o capitalismo está a ser posto em causa, uma nova ordem social tem de surgir e novos lideres também.

4 comentários:

Observador disse...

Bem feia esta situação financeira. O Mundo está de pernas para o ar.

Grande jóia disse...

Observador a situação é feia e desastrosa.

mike disse...

Hum... Grande Jóia, não me parece que possamos esperar uma nova ordem social e novos líderes com injecções de 700 bilhões de dólares... Àparte esta discordância, faço das minhas palavras as do Observador. :-)

Grande jóia disse...

A necessidade faz o homem e o homem o monge, Mike:)