05/11/08

Hello Chicago! Change has come to America

"For those who still doubted that America is a place where all things are possible. For those who waited for long hours because believe that this time must be different. For rich and poor, democratic and republican, white and black, asian and hispanic, disabled and non disabled, men and women and for all of us we always will be the United States of America. The hope of a better time. Change is coming to America. We are one nation and one people.
For those who didn't vote for me I need your help and I will be your President too. Democracy, fraternity, hope, opportunity for our children. Yes we can!
For those who still remember Rose in Montgomery and the colour of her skin, I say - we shall overcome! We reclaim the american dream, the spirit of the people. God bless the United States of America!"
(Excertos do discurso de Barack Obama, 44º Presidente dos EUA)


Joan Baez - We shall overcome

7 comentários:

Margarida Pereira disse...

Hello World; change is about to come to all of us.
If it will be good, is yet to be seen.
I DO hope so.
I mean, there's not much left...

- Este blogue é um bom blogue. Havia necessidade. -

Congrats!

Grande Jóia disse...

Congrats para si também, Margarida.

RAA disse...

Muito bem escolhida, a música!
Estamos de parabéns, não é?

ana v. disse...

Foi um belíssimo discurso, apelando à união e ao orgulho (perdido) de um grande país. Mas o discurso de McCain também foi excelente. A América está de parabéns, finalmente...

Grande Jóia disse...

Estamos sim de parabéns. Esta é uma vitória que não fica só na América.É de todos nós.

mike disse...

Não concordo Grande Jóia. A vitória é só deles. Que ousaram. Nós continuamos na mesma. Tristonhos, a acreditar num fado e num destino e em D. Sebastião. E, como sempre, entregamos o nosso futuro nas mãos de outros. Por quando toca a nossa vez de mudar, agarramo-nos, invariavelmente, às amarras do passado.

Grande Jóia disse...

Mike, a vitória é de todos nós - humanidade. Acredito que a história será diferente daqui para a frente - ser capaz de ousar e mudar. Essa é a herança da América e que a América nos concede de tempos a tempos. Lentos seremos, mas a seu tempo lá chegaremos. Concordo que primeiro temos de repôr o espírito lusitano e que tal tarefa necessita de lideres à altura.