04/06/08

Chocolate não é para brutos


A última edição da revista Carteira, traz um artigo intitulado "Sexo e dinheiro ligados no cérebro". Ora o tema vem mesmo a propósito, numa época em que os investimentos não abundam e são necessários vários estímulos para acelerar a nossa economia.
Diz o artigo, citando uma investigação da Faculdade de Psicologia da Universidade de Stanford, USA e liderada pelo Prof. Brian Knutson, que "um grupo de jovens ficou mais predisposto a arriscar numa decisão financeira quando viu imagens eróticas, do que quando olhou para imagens assustadoras, como fotografias de cobras ou para algo mais neutral como um agrafador".
A investigação que envolveu jovens heterossexuais conclui "que as fotografias eróticas iluminam a mesma parte do cérebro que é estimulada pelas decisões financeiras arriscadas."No entanto o Prof. Knutson sugere" que não precisa de ser um incentivo claramente sexual: pode ser chocolate ou um bilhete de lotaria".
É caso para concluir que chocolate não é para brutos, nem o sexo uma lotaria, é apenas investimento puro e recomendável.

1 comentário:

Joaquim disse...

Sem dúvida!