21/06/09

Os 28/30 no conselho dos competentes


Augusto Mateus, em entrevista

Gostei, e julgo que é assim, de ver o manifesto apresentado por três dezenas de personalidades dos quais 28 economistas. Apesar das notícias e dos actos nos parecerem sempre requentadas e sobras do dia anterior, congratulo os que disseram alguma coisa por escrito. Subscrever documentos e moções não é para todos. O acto isolado não surte efeito e um número razoável de nomes com peso poderá iniciar mais uma reflexão. Terem encontrado uma mulher economista digna de pertencer ao grupo é notável, especialmente para quem pensa que a questão das quotas é irrelevante. Também é importante para mostrar que as mulheres ou se expõem mais ou estão tramadas e ninguém as leva a sério. Os acepipes servem-se frios, eu sei, mas as opções também levam o seu tempo até se demonstrarem viáveis.
O grupo dos 28 veio agora dizer por escrito, e eu insisto no escrito, o que já todos sabíamos. O "já todos" são os economistas que por aí andam. Uns a fazer de conta, outros a virar o bico ao prego antes que seja tarde, outros honestamente à procura de inserção no mercado de trabalho, outros a procurar o tal encaixe e oportunidade mesmo a jeito. Mas atenção, esta que nos parece uma atitude certeira poderá ser uma rasteira política neste oportuno momento. Como diz António Barreto, "a ideia do governo dos competentes é velha e é sempre uma ideia antidemocrática. Pressupõe que a democracia interessada nos votos e especializada em demagogia, não é capaz de chamar a si as competências técnicas ... e as responsabilidades pelas decisões pertencem aos políticos que devem prestar contas à população".
Vamos, neste caso, esperar pelo desenrolar deste conselho de competências que agora se propõe dizer em grupo o que alguns andam a dizer e a tentar informar isoladamente há anos.

3 comentários:

Mike disse...

É bem visto, GJ. Esperemos, então. Gostei deste post. :)

Mike disse...

Estou para ler o comentário da Ana. Basta falar-se em competência e Ela vai logo aos arames. (gargalhada)

GJ disse...

Mike, a Ana leu e disse: passo!
Só tinha copas...;)